segunda-feira, 31 de outubro de 2016

POEMA VAZIO


O material reclama a forma
Em plena luz faz-se sombra
Um não valoriza o sim
Erro alheio, via em mim


O primeiro teísta se aproxima
afastando num segundo ateu
Uma pergunta noutra resposta
em problemas que as elegeu

Há o um no terceiro, amém silêncio:
Sem limite, não há distância 
Sem efeito, nenhuma causa.
Nada aquém do além, poema vazio.

Há o um

O culto une verso
Universos, o culto

Há o um

Ocultos universos
Uni versos ocultos

Há o um

Oculto universos
Uni versus ocultos

Há o um

Versus une oculto
Oculto uneversus

Aum










RECONCILIAÇÃO


Ó amigo, digo-lhe aqui duas afirmações verdadeiras profundas e, ao mesmo tempo, as duas são superficiais. Uma: Deus inexiste. A segunda: Deus existe.




BUDA, UM INSANO

É curioso saber que Buda nunca afirmou ser ele um deus e jamais disse que existia um Deus. Sempre evitou responder sobre essa questão. Por isso, muitas pessoas alegam e defendem que o Budismo não é uma religião mas sim um ateísmo organizado, sem fé ou esperança. Sem projeções. Sem valor. Sem futuro. Por outro lado, Buda nenhuma vez declarou ser um ateu.

Em resumo, ele nunca se rotulou ou criou padrões ou característica permanentes de uma personalidade. A única coisa constante e previsível era que ele não respondia à questão de um deus existir ou não. No mais, para nós que gostamos de definições, Buda era indecifrável, imprevisível, inominável, único... Inclusive, como em um jogo infinito e combinado de espelhos, sua espontaneidade era tamanha que ele dava duas respostas sinceras diferentes para uma mesma questão desde que os interrogantes fossem diversos!!!






















sábado, 29 de outubro de 2016

O SÂNDALO DE BUDA

"O ódio não destrói o ódio, 
só o Amor elimina o ódio. 
Sede como o sândalo, 
que perfuma o machado que o corta."

__Buda


A COLUNA DOS PENSAMENTOS


Aquilo que está embaixo 
Corresponde ao de cima
A mente sutil sobre o corpo
revela o invisível no visível

O que te vergasta?
Pensamentos...
Se plumas, flutuam
Se plúmbeos, afundam

Mente sutil
Invisível no visível
Estado Mental
estágio corporal

Contra a carne:
Pensamentos 
Elotro-ocultam-se 
Como raios
De chuva 
Ou de Sóis

Ó Observador, se quiseres ver mais:
Sentimentos consolidam a espinha
e deles o corpo é interlocutor e arco
lançando líquidas flechas espectrais

A carne é barro
E o corpo jarro
De pensamentos seminais...


UM DIÁLOGO!



___PLATÃO: 
1__De vermelho
2__Feminino 
3__Descalço/Pés no chão/Na ponta dos pés: Destemido/Confiante/ Rendição/ Resistência/Sentir/Substantivo/Conteúdo/Natureza/Frio
4__Velho, pescoço oculto, manto roxo e cabelos brancos: Puro/ Princípio/Origem/Causa/ Inconsciente/Arte 
5__Valoriza o lado direito. Face direita. O lado direito do cérebro é feminino. Um dedo direito apontando para o alto (Unidade). Pé direito na frente. 
6__Livro parcialmente envolvido pelo manto (útero) vermelho. 
7__O belo. A Justiça. Jusnaturalismo. Physis. Interno. Fim. Inato. Intuição. Apreciar.
8__Manto vermelho se derrama pelo chão. Sangue/Terra/Nutre. 
9__Busca o espírito (masculino) pois olha para a esquerda. 

__ARISTÓTELES: 
1__De azul
2__Masculino
3__Calçado:Inseguro/Conquista/Agressivo/Explicar/Adjetivar/Razão/Acessório/Técnica/Forma/Cidade/Quente.
4__Novo, pescoço longo, manto e cabelo e livro dourados: Consequência/ Regras/Método/Consciência/Ciência.
5__Valoriza o lado esquerdo. Face esquerda. O lado esquerdo do cérebro é masculino. Pé esquerdo na frente. Mão direita e os cinco dedos (cinco elementos) voltados para baixo (multiplicidade).
6__Livro (conhecimento) em evidência, apoiado sobre a perna esquerda e erguendo o manto azul.
7__O buscador. As Regras. Positivismo. Nomos. Externo. Meio. Processo. Criar/Reproduzir/Agir. 
8__Manto azul suspenso. Azul/Céu/Ar/Espalha.
9__Busca a matéria (feminino), pois olha para a direita.

___ESTÁTUAS e DEMAIS COMPONETES: Reproduzem as posições de um dos dois.

___UMA TELA PRETA NO CANTO ESQUERDO: O caos. A ignorância. A falta de luz. A Escola de Atenas se sobrepõe à ignorância. O posicionamento extremo sobre o lado esquerdo (masculino) leva à violência e à barbárie, talvez, tanto Platão como Aristóteles estão com as suas mãos direitas mais elevadas por compreenderem a primordialidade do feminino/inconsciente.



ESCREVER POESIA PARA QUÊ?

"Na sua maioria, todos os grandes livros do mundo foram escritos em versos. O que tinham para dizer estava tão além da lógica que era difícil expressar através da prosa."

Osho, in DIMENSÕES ALÉM DO CONHECIDO, Editora Soma, p. 28.


O BUCADOR

Ó Espírito,
Há quanto tempo no mundo?

Um passeio...
Duro e rígido,
mineral.
Adaptável e indiferente, 
vegetal.
Predador e inconsequente, 
animal.

Hoje, homem, 
buscador de estrelas
e de si mesmo...




UM DIA DE CADA VEZ

Mais importante que saber se existe ou não vida após a morte e/ou reencarnação ou não é saber renascer nessa vida.

Diariamente a vida nos convida: Vamos renascer?



"A vida não é o oposto da morte. 
Oposto da morte é o nascimento. 
A vida é eterna."

__Osho, Dimensões Além do Conhecido, Editora Soma.

O RENASCIMENTO DOS HERÓIS

O mito do herói ou semideus está presente em todos os povos. Contudo, só em alguns deles o herói não era alguém exterior ou estrangeiro, mas um estado de espírito capaz de transcender condicionamentos.

O herói tudo possui por não desejar possuir nada! A sua vida pode ser perdida caso seja necessário. Pois a Imortalidade foi-lhe revelada...


O ATRASO SENTIMENTAL

Muitas vezes sentimos raiva, ciúmes, inveja, remorso, ódio de algo que vemos no plano físico, material. 
Se estivéssemos mais atentos, perceberíamos que o objeto de nossos sentimentos já havia se realizado muito antes em outros planos sutis da existência.


UM CONSELHO PARA ESCRAVOS

Se for contruir uma casa, abrir um negócio, fazer um investimento, consertar um objeto, procure um profissional.

Mas se for decidir sobre aquilo que se refere ao seu interior, não procure outrem, pois todos são amadores quando se trata do coração.

O medo de errar nos torna reféns de correntes desnecessárias. Todo aquele que pede conselho sentimental merece ser escravizado... E assim é!

E quando um amigo indagar-te o que deveria fazer numa situação existencial, a resposta mais sábia e verdadeira é: "Siga seu coração, meu amigo! Caminhe e o caminho existirá!"






NOSCE TE IPSUM

"Quem, de facto, se conhece a si mesmo, tudo em si conhece, como escreveram primeiro Zoroastro e depois Platão no Alcibíades.

(...) Foi a filosofia que me ensinou a depender mais da minha consciência do que dos juízos dos outros; a estar sempre atento, não ao mal que de mim se diz, mas a não dizer ou a não fazer eu próprio o mal."


____G. Pico della Miràndola, DISCURSO DOBRE A DIGNIDADE DO HOMEM, p. 77 e 85.
Obra escrita em 1480 D.C.


"Há mais falsos guias neste mundo do que estrelas.
O verdadeiro professor é aquele que lhe faz olhar para si e descobrir sua beleza interior,
não aquele que quer admiração e seguidores."

__Shams de Tabriz



"O verdadeiro Mestre cria Mestres, e não seguidores.
O verdadeiro Mestre o devolve a si mesmo."

__Osho



"
Nada que tente colocar-nos de joelhos merece nosso respeito, pois é apenas um opressor e um tirano."

__Autor desconhecido





AO MEU FILHO

Ó Filho, há em ti um Pai
Creia em ti mesmo e vai!

Não sou o teu teto
Nem céu de Urano
Não sou o Rei do mar
Tu haverás de navegar
Como um só Ser Solar

Não serei teu fim
Nem um caminho
Jamais um ninho
Não há casa em mim
Não fui nem mesmo o teu começo
Livrei-me de regurgitar Saturnesco

Através da vida
Passastes por mim
Para que ela seja além
Onde eu estarei aquém
Assim, por meio de ti,
Renasci livre, enfim
Destarte, não serei teu senhor
Pois tu foras gerado no Amor...

Vamos brincar, somos infantes
Celebremos a vida, um hino
Dai-lhe teus passos seguintes
Ouve a canção, querido filho!
Pois só o teu singular caminho 
É o meu verdadeiro descanso...


terça-feira, 18 de outubro de 2016

ALÉM DO ETERNO

(À Luz Da Morte)

Se todo existir passa
Nada que vier ficará
Assim, o belo da imperfeição
É aceitar sua própria extinção

Se o Sem-Nome é o meu presente
Alegro-me em ser o impermanente:
Estrela cadente da eterna Primavera
Logo, a sombra que não sou, sumirá

Mas se um dia fui Belo e ainda morrer
Nem mesmo o Eterno pode me conter




segunda-feira, 10 de outubro de 2016

O ESQUARTEJAMENTO

Quando seus pés foram cortados e separados, ele sorriu e falou: "Eu passeava e dançava com esses pés, mas é sem eles que em breve darei o último passo. Agora, em mim não há mais raízes e nem o caminhar, pois já não existe distância até o Bem-Amado". 

Quando suas mãos foram-lhe arrancadas, ele pintou a sua face com o sangue que jorrava de seus punhos. Os algozes, assustados com a sua indiferença à dor, indagavam o porquê. Ele com os olhos firmes proferiu com vigor: "Perdi muito sangue e por isso meu rosto está pálido. Minha face tornou-se amarela como a de vocês, mas eu quero que saibam e não pensem que estou com medo..."

Depois de ter mãos e pés decepados, ainda assim, ele matinha um sorriso sereno, pacífico. Os executivos de seu corpo ficaram terrificados. 

Então, no dia seguinte, assombrados por o encontrarem vivo e contente, eles perguntaram com um ar de cansaço pouco antes de cortarem-lhe a cabeça: Al-Hallaj, como ainda podes estar feliz?
E ele declarou: "Ó, MEUS IRMÃOS, PORQUE VOCÊS E EU SOMOS TODOS A VERDADE!" 


Essa é a história verídica de Mansur al-Hallaj, um mártir e santo do Sufismo, condenado à morte via tortura por dizer que ele e deus eram Um...







domingo, 9 de outubro de 2016

A CHAVE D'ÁGUA

Se empedras, lagos
Ser como rios, logos
Assim a vida pendula:
Do ódio amedrontante
À liquefacão de amante 

Para o oceano da existência
Existe um acender constante
Na fluidez de uma Imanência 
Além de saturno velho/infante

Pois pedra segura, fecha, dura      
Enquanto água dissolveria turras  
Como dizer se escrever é trancar?

Ó, só nada nada poderei expressar...