segunda-feira, 31 de outubro de 2016

POEMA VAZIO


O material reclama a forma
Em plena luz faz-se sombra
Um não valoriza o sim
Erro alheio, via em mim


O primeiro teísta se aproxima
afastando num segundo ateu
Uma pergunta noutra resposta
em problemas que as elegeu

Há o um no terceiro, amém silêncio:
Sem limite, não há distância 
Sem efeito, nenhuma causa.
Nada aquém do além, poema vazio.

Há o um

O culto une verso
Universos, o culto

Há o um

Ocultos universos
Uni versos ocultos

Há o um

Oculto universos
Uni versus ocultos

Há o um

Versus une oculto
Oculto uneversus

Aum










Nenhum comentário:

Postar um comentário